A FILOSOFIA, A VERDADE E O SUJEITO

Texto apresentado para a disciplina de Filosofia na faculdade de Pedagogia da Univille.

A FILOSOFIA, A VERDADE E O SUJEITO

CRONOS E SOPHIA

Cronos →

Deus grego do tempo

Sophia →

Deusa grega da sabedoria

A Sabedoria, representada na mitologia grega por Sophia, presume o conhecimento da verdade em todos os assuntos.

Fruto de uma razão bem equilibrada, definimos como “Filosofia”.

Hobbes, filósofo pensador do século XVII, relaciona caracterizando a tradição:

UNIVERSALIDADE = VERDADE RACIONAL = MENSURÁVEL

VERDADE

RACIONALIDADE

MÉTODO

Tudo na natureza se reduz a extensão e movimento, inclusive a alma humana.

Missão da Filosofia: não permitir a existência de limites absolutos; transformar cada limite numa nova questão a ser elucidada e cada definição num potencial campo de problematização.

TEMPO E VERDADE

CRONOS E SOPHIA (χρονοσ e σοφια)

VERDADE FILOSÓFICA (αλητεια) <> CONDIÇÃO TEMPORAL

VERDADE TEMPORAL = MERA OPNIÃO (δοξα)

– Proposto por Platão seu livro “X da República”.

VERDADE (Platão) = atemporal, aistórica, mundo ideal.

“A Inteligência Suprema, portanto, se pensa a si mesma, pois é o que há de mais excelente, e o seu pensamento é Pensamento de Pensamento (…). Então, pois, se não há diferença entre o que é pensado e o pensamento, no caso de objetos imateriais, o pensamento divino e seu objeto serão idênticos e o pensamento será um com seu objeto.” Citado por Castor Bartolomé Ruiz, em “A Filosofia, a Verdade e Sujeito”.

“É difícil ser pessoa, e muito mais ainda ser filósofo”. Epicteto, Dissertações,II, 9, 22.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.